rise

16/11/2015

já faz tempo.
ainda penso em você mais horas do que gostaria. você ainda modifica meu humor. a gente vai levando, sem saber ao certo o que um pode e o outro deve. sem saber quando chegar ou quando partir, sem saber que lugar ocupar, como visita que senta na sala.
quando acordo, a cama ainda parece imensa. na verdade, tenho dormido mal. é na hora que encosto a cabeça no travesseiro que sinto tudo. tenho sonhos confusos, pesadelos, acordo como se estivesse atrasada. um turbilhão de sentimentos que se infiltra nos meus sonhos, pelas janelas fechadas dos meus olhos, e fica ali, quietinho, até resolver aparecer, com força total. acho que é assim que nascem as nossas lágrimas. lágrima é a nossa saudade em estado líquido. e quando alguém me pergunta de você – a vontade de lembrar é a vontade de esquecer. porque lembrar é doloroso. fica um gosto amargo na boca. das palavras ditas e não ditas. acho que de todos os maus que você me fez, o de não acreditar nas coisas que você me diz é o pior.

mas minha alma e memória compartilham do meu desejo de querer refrescar-se com novos e velhos ares. e entre todas as mágoas, você ainda me diverte. entre todas as lágrimas, eu ainda guardo sorrisos. então a cama vai continuar vazia, os armários terão mais espaços, a louça ficará menos suja. e eu vou ficar esperando que a desordem vire calma, as madrugadas repletas de paz e que meu coração se tranqüilize.
e que esse gosto amargo de fim, vire começo de uma nova vida.
cf2473b3d29e913eae7aea9097b6af24

08/05/2015

all in

12/12/2014

A primeira coisa que eu fiz quando você chegou foi ver o quanto você se parecia comigo. Mas, mesmo tendo algumas coisinhas parecidas, a mesma carinha redonda que eu tive quando era pequena, o sorriso grande constante e a alegria, todo o resto é muito, mas muito diferente de mim.
Mas não tem problema não. Porque existem várias janelas de se ver o mundo, e você terá quantas quiser ter. Algumas delas serão abertas por mim, mas prometo que vou me adaptar e me controlar, pois este mundo é todo seu. Prometo que você vai saber o que é ir à feira comer pastel aos sábados de manhã, vai me ouvir reclamando porque você me pediu pra eu te levar pela centésima vez no mar, vai chorar porque as formigas que capturou no jardim lá de casa não aceitaram o pão que você deixou, vai poder fugir para a casa dos avós quando brigar comigo, vai escutar a música do Jornal Nacional e saber que é hora de dormir, vai saber que “quem chegar por último é a mulher do padre” e que as melhores escolhas são sempre feitas por unidunitê. Vai saber que Juquehy vai ser o seu quintal, e que a sua língua vai ficar rosa de comer picolé de groselha na praia. Vai saber quem é o poeta chamado Chico que colocou em versos toda a história do pais. Vai saber o que é um samba do Cartola e quem foi Vinícius de Morais, porque eu vou te contar e será contando histórias que vc vai conhecer tb o Monteiro Lobato. E quando não forem histórias de livro serão histórias minhas.
É isso, Helena.

Eu sei que você vai ser muito diferente de mim. Mas sei também que as palavras “Eu te amo” vão chegar no seu coração assim como chegam no meu.

7ddb92d0eeabf2af144762dad2deada2

18/06/2014

ch ch ch changes

26/04/2014

mudar. quando mudar? quando estamos preparados para as mudanças? porque dá medo encarar mudanças na vida. a necessidade da mudança vem da consciência, de algo que se vem tentando sustentar e que não serve mais, como um ritual ineficaz, que teima em se repetir desnecessariamente. mesmo assim… dá medo rever os conceitos. mas é justamente daí que vem a transformação. é necessario mudar para crescer. para experimentar novas estratégias, mesmo sem ter certeza do sucesso. pois as mudanças não são garantias de que vão dar certo. mas a necessidade verdadeira da transformação faz nascer este novo lugar, mesmo que cheio de medo. um novo lugar que nos leva a um novo estar.
mas calma… porque durante a vida toda vamos mudando. este novo estar, novo ser, pode também não ser para sempre. nada é.

cute pony tails

05/12/2013

é menina!!! que delicia, vai ser igual a mãe, mas com a coragem do pai. na verdade, vai ser colada no pai, coisa mais fofa, vai parecer um joelho. isso é choro de fome, isso é choro de sono, isso é choro de cocô, choro de menina, igualzinha à mãe… tem que deixar chorar, vocês fazem tudo o que ela quer, vai crescer mimada, aproveita enquanto ela ainda não engatinha,pois quando começa a andar, já viu. daqui a pouco começa a falar, daí não pára mais. parece que ela cresceu, já tá uma menina, quando é que vai pra creche, ela não larga dessa naninha por nada, já sabe escrever o nomezinho, quantos dedos têm aqui, qual é a sua princesa da disney preferida, quem você prefere, o papai ou a mamãe, quem é o seu namoradinho, quem é o seu príncipe preferido. é apaixonada pelo pai, mas ele não vale. cadê o Ken, daqui a pouco vira mocinha, só falta ficar mais alta que eu, finalmente largou a boneca, já tava na hora, soube que virou mocinha, ganhou corpo. ai meu deus, ta fazendo regime. a dieta da sopa, do ovo, do tipo sanguíneo, da água gelada, do chá verde. essa menina é um perigo, vai ter que voltar antes da meia-noite, não sorri pro porteiro, nem pro pedreiro… quem é esse menino, se o seu pai descobrir, ele te mata, esse menino é filho de quem, cuidado que não pode dar confiança para homem porque eles não prestam, hein. homem gosta é de mulher difícil, tem que se dar valor, mas quando é que vão casar, ele tá te enrolando, morar junto já é casar, quando é que vão ter filho, ele tá te enrolando, barriga redonda, deve ser menina, é menina!!

4a0d540364f34c8b2ac72aec977105d4

infinite sky

04/12/2013

sim, a culpa é sempre sua. sempre. culpa sua forçar a me reinventar em cada um dos meus dias. culpa sua não me deixar seguir a tentação fácil, mas sim montar planos de vida mais complexos, como saltar de asa delta a profundezas oceânicas. culpa sua eu me fazer, desfazer e refazer novamente, de acordo com o que imaginei ser uma invenção tamanha, a qual dei o nome de amor. culpa sua eu ter coragem para enfrentar o novo. ter que rever todas as minhas crenças todos os dias. e isso acontece para o bem e para o mal. porque sem dores, quedas, desencontros e pedras no caminho, não existiria a transformação que me fez amadurecer e evoluir ao que sou hoje. melhor. melhor para você e para a nossa futura filha. e porque não, uma “melhor eu”, para mim mesma. a culpa é sua, sim senhor. culpa de me fazer tão feliz.

e por tudo isso, culpa sua que quando penso no futuro, fecho os olhos e ao reabrí-los, você aparece sentado numa cadeira de balanço daquelas que as nossas avós tinham, sorrindo para mim.

ff39ba0020bee2c488b32dae1442a353

6c565034719bb7bc670d3ade07d36aa2

brave

18/11/2013

Com um pé no pedal e o outro no chão, lá estava ela no topo da montanha. Podia sentir o medo em cada parte do seu corpo. Sua mão suava frio e seus lábios tremiam involuntariamente. Ela sabia que não tinha sido fácil chegar até ali. O caminho nunca era fácil. A vida não era como uma linha reta com árvores verdes e pássaros cantando em uma harmonia perfeita. É mais parecida com uma estrada sinuosa, em que, de vez em quando, você se encantada com flores bonitas e outras, se assusta com animais selvagens. As vezes, você vê o mundo lá de baixo e o infinito parece inalcançável. Outras, vê o mundo lá de cima, como agora, e, é como se tudo estivesse ao seu alcance, como se todos os sonhos fossem possíveis, bastaria ter coragem. Ela que já estava cansada de hesitar, finalmente, deu um passo a frente. Abriu os braços e fechou os olhos para sentir o vento forte, se equilibrava na bicicleta de forma tão natural que isso não era mais uma preocupação. Ela estava em harmonia com a vida.

Do blog lindo da Mi, aqui: http://www.avidadela.com/2013/11/18/coragem-menina/

Post6

dream on

10/11/2013

Para I.M.P

passei a vida inteira não sabendo que queria te encontrar. nunca te imaginei. na minha cabecinha, não sabia que estava te buscando. inventava outros e dizia que eram incríveis, mas hoje sei que em cada um deles buscava você. me imaginava andando na rua com alguém, mas pensando bem, o seu corpo protegendo o meu do vento e o seu braço em volta do meu é uma realidade muito melhor. imaginava lugares só meus. uma praia linda e paradisíaca, com sol e água de coco. mas os meus lugares agora são seus também. então hoje penso em praias com sol para mim e sombra para você. porque hoje eu tenho você. eu vivo você. com os seus planos complexos e sorriso fácil. querendo fazer com que todos os meus sonhos virem sempre realidade. me mimando o tempo todo. me acordando e me arrumando, embora eu esteja sempre meio atrapalhada. me amando…
mas eu continuo imaginando. imagino agora com você sempre acordando ao meu lado, eu fazendo cafuné em seus cabelos, e te lembrando o tempo todo que eu quero mais dias como esses. imagino eu contando para a nossa filha que embora eu saiba que não existem contos de fadas, você foi meu príncipe e eu a sua princesa. imagino a gente provando novos ares, cheiros, brisas, novos paladares, línguas e por que não, dissabores. a nossa vida aos poucos. as vezes um tango, as vezes aos trancos. imagino nós dois construindo a nossa felicidade. nós dois saindo pelo mundo a fora eternizando nosso amor.
você me apresentou o amor com cara de sonho. do seu jeito. que as vezes não é como eu sonhei, mas que é tão meu hoje, que não consigo imaginar de outra forma.
parabéns.
eu te amo muito.
Da sua mulher e agora, mãe da H.

03a27ac8a3e8f7d413dcb52917412d44

08/11/2013

5a229a66c85ab1a8fd9c42290e5b9b54