Archive for February, 2011

did i tell you?

20/02/2011

dreaming out loud

20/02/2011

será que é um sonho? acordo no meio da noite e meu primeiro impulso é estender a mão, saber se você está mesmo lá, se estou sonhando. preciso encostar em você. tocar suas costas. sinto o calor do seu corpo na ponta dos meus dedos.
é, estou sonhando, sim.

two colours

16/02/2011

suspiros.

one sweet world

16/02/2011

splitting the atom

14/02/2011

quando chega a nossa vez, é impossível não ter medo de se jogar. temo, porque quero. quero, porque amo… é lindo quando acontece. e linda a tira.

14/02/2011

week(end)

11/02/2011

all around

10/02/2011

best for last

09/02/2011

nós dificilmente somos de uma maneira só. nós dificilmente somos alguma coisa em específico. na verdade, nós não somos. nós estamos. nós, no momento, acreditamos. já percebeu o quanto algumas pessoas têm prazer em dizer, do fundo do seu ego: “eu sou assim, gosto de fazer assim, acredito nisso.” são as convicções ensurdecendo para as sensações do mundo. hoje eu prefiro escolher as sensações. o mundo me ensinou assim.

and so much more

07/02/2011

tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo. que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso. que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes. que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito. que mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria. tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz

– Caio Fernando Abreu