Archive for November, 2012

22/11/2012
Advertisements

she maybe the song that summer sings

14/11/2012

descem três amigas do carro. estão felizes.muito felizes. elas parecem ter conquistado algo. nem que seja apenas liberdade. vem saltitando na minha direção. corrijo: flutuando. passam por mim e se dirigem ao mar. que lindas, como se movem, parecem brisas. e quando encostam nas águas salgadas, criam cauda e viram sereias. logo penso: isso não está existindo. vou dar um mergulho e curar a loucura súbita, mas nada muda. elas continuam na água, doces. são brisas, são ventos mornos, são o barulho que falta ao mar, escute suas vozes, como são felizes. elas estão conversando ou cantando? cantando, definitivamente. uma canção iluminada de sol. o ser humano feminino é lindo. as seres humanas. quanta felicidade. a humanidade está salva porque elas querem.

14/11/2012

Imagination. Love. Life.

Buscandola

08/11/2012

o que anda faltando no mundo é amor. é verdade. entrega. fé. somos todos bonitos demais, felizes demais, ricos demais para corrermos o risco de nos tornarmos mais humanos, mais amenos. e assim a cidade segue superexposta, barulhenta, demente até. mas atrás dessa perfeição toda se esconde um sentimento que adoece a alma do mundo. e não tem sol que espante esse tempo nublado. todos vitimados, perdidos internamente, esbarrando em si próprios. deixaram de ver os rostos alheios e passaram a ser apenas um caos de pernas. e para falar bem a verdade, há algo de podre nisso tudo, verdade ou não, esteja eu fora de mim ou não. porque por dentro ficamos frios e duros, cheios de sentimentos que adoecem a alma…
deixa esse sentimento cão e vê se pensa mais com o coração. sinta mais.
entregue-se.
aceite suas limitações e permita-se… permita-se errar, amar, sofrer, perder, sorrir, chorar, viver. e acima de tudo, escolha a pessoa que você quer ser hoje. por fora e por dentro.