Archive for December, 2011

gratisfaction

23/12/2011

olhar para trás…
e ver que em 2010 me permiti viver o que eu tinha vontade e cometer erros. e errei bastante. mas hoje entendo que isso também foi uma forma de crescer. amadureci bastante com as crises e fui atropelada por uma sequência de acontecimentos mas nada, absolutamente nada, fez com que eu pensasse em desistir. só conhece a grandeza de levantar do chão, quem já tropeçou por ele um dia. e encarei 2011 de frente. olhos nos olhos. e nunca me senti tão forte.
então ele chegou. 2011.
um ano que além de render momentos inesquecíveis, me fez conhecer pessoas, lugares e experiências incríveis e totalmente unicas. aprendi a me doar mais, a entender melhor, a enxergar sempre a grandeza das pequenas coisas, dos pequenos momentos. me permiti ser mais humana, mais normal e aproveitar o que cada dia me apresentava de bom. e eles me apresentaram muitas coisas boas e muito aprendizado também. compreendi o significado simples do amor. que não tem nada de simples, pelo contrário, é bem complexo, mas é o melhor sentimento, mais completo, que já existiu. ano em que entendi a dimensão de um “sim”. da entrega. da fé. de fazer o outro se sentir especial. do amor, cuidado e da torcida pelo outro. sim para ele, para mim e para o nosso futuro. juntos.

então não poderia ser diferente. sou muito grata a todos os acontecimentos, pessoas, amigos, momentos, experiências, risos, lágrimas, conversas, livros, festas, músicas, orações e pensamentos que fizeram de mim, uma pessoa plena. e sou grata a mim mesma, por ter tido coragem de acordar a cada dia, mesmo sem saber o que me aguardava no futuro. e como resolução para 2012 um pedido: que seja um ano tão feliz quanto 2011 foi.

pois vivi experiências memoráveis. e “memorável” é a palavra de 2011. vou sentir saudades…

Advertisements

at last

19/12/2011

“de repente o mundo se torna um lugar perfeito.
de repente o mundo se move com perfeita graça.”

19/12/2011

19/12/2011

shake shake tambourine

15/12/2011

e desejo que ela tenha sempre olhos para “ver e ouvir estrelas”, embora nem sempre consiga entendê-las…

satellite

09/12/2011

expectativas. sonhos. desejos. tudo que a nossa cabeça cria e que nos faz querer. querer mais, querer algo novo. querer algo antigo. querer de novo o mesmo, querer o novo sempre. não importa o querer. o que importa é que queremos sempre. e isso move o mundo. e, na semana passada encontrei uma amiga especial, que sempre me faz sorrir, e que contou novidades da vida dela. todas deliciosas. especiais. e como eu já a conhecia bem, sabia que aquilo que ela estava me contando era o encontro do querer dela do passado com o presente. o encontro de um querer que foi se modificando com o tempo e que acabou encontrando a felicidade.
e foi lindo isso. lindo porque ela era aquele tipo de menina-mulher que tinha sentido a dor do adeus muitas vezes, de diferentes tipos, mas que continuou lutando sempre para abrir as janelas para o amor, para não temer o futuro. lindo porque ela lutava para sorrir sem culpa, sem esquecer do passado, mas, mais importante do que isso, deixando-o lá atrás. perdoou incondicionalmente e assim amou incondicionalmente. pois todo mundo precisa de um amor desses na vida. hoje ela aproveita cada instante dessa nova felicidade. que não é completa, por diversas razões, mas é o que o querer dela poderia chamar de perfeição. a vida me ensinou que as vezes queremos algo que ainda não sabemos. ou que não esperamos. ou que não sonhamos. e se não for 100% hoje, quando lembrarmos lá na frente, será.

e a nossa última troca de palavras foi assim – eu: meu textos andam piegas, né? E ela: mas Ju, a felicidade é piegas. E pensando bem, é mesmo. E que continue assim, para todos nós. Amém.

i’ll try my best to make everything succeed

07/12/2011

i guess we are blessed

02/12/2011

“antes de me despedir
deixo ao sambista mais novo
o meu pedido final
não deixa o samba morrer

… não deixa o samba acabar
o morro foi feito de samba
de samba para gente sambar”

– Alcione

and i’m watching you now

01/12/2011