endless song of happiness

ligou o toca discos portátil. velhinho companheiro, leve e pequeno, a que chamava carinhosamente de louis.
colocou uma pedrinha em cima da cabeça da agulha já desgastada, para ela não pular. o disco riscado pelas milhares de vezes que havia sido tocado agora se misturava com a música, e a voz abafava o barulho dos riscos. cantou junto com Ella. e sonhou…
lá, no tempo dos sonhos, quem dera um dia cantar como ela. ele pegou sua mão, a colocou em sua cintura e a envolveu com seus braços. percorreram o pequeno espaço, como se o chão que tinham aos pés fosse uma nuvem de algodão. o cheiro dele envolveu-a. ah, e o toque dele. ajustou-se a ele num encaixe perfeito, como se tivessem sido feitos um para o outro… e naquele momento eles descobriram. ela sentiu confiança e entregou-se como se fossem um. suavemente guiada, passo a passo, rosto no rosto, rosto no pescoço, respiraram-se e sonharam bem longe dali. o longe onde as canções de amor eram de verdade vividas no romance, no tatear desenhando formas nos corpos apaixonados se desejando. e dançaram um para o outro num crescendo amor, onde acontece o desencontro dos passos e o encontro de se fazerem… um… a ir ao encontro do outro.
entenderiam depois que àquela canção deveriam tudo o que aprenderiam juntos.

Tags: , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: