birdman

“Lygia,

ele andava calmamente na calçada. E eu confortavelmente dentro do meu carro. Ele, um pássaro. Eu, uma mulher. Não entendi o que ele fazia ali, caminhando entre pés de homens apressados, pisando no concreto de um jeito discreto, sozinho em um mundo que não era seu. Ele não entendeu o que eu fazia presa dentro de um carro, em um trânsito quase parado, silenciosa no meio da multidão. O trânsito na rua cada vez mais lento. A calçada cada vez mais cheia. Na esquina, o semáfaro. Sinal vermelho. Tudo parado. Ele parou. Eu parei. Nos olhamos. Nos encaramos. “ – Por que você não voa?” – eu perguntei. “ Por que você não voa?” – ele respondeu. O sinal abriu. Seguimos. Eu era ele? Ou ele era eu?

Escrevo, com amor.”

texto de Silvia Camossa, uma pessoal especial, que sabe voar.

Tags: , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: